A polémica desta semana

Olá a todas,

Como eu, também vocês devem ter visto e lido o que se foi comentando sobre o desfile da Jessica Athayde na Moda Lisboa a convite da marca – Cia. Maritima – . Por incrível que pareça não foi a forma como esta desfilou que fez alarido, até porque desfilou lindamente, mas sim o seu “excesso de gordura” que algumas mulheres que escrevem blogs de moda vieram para as redes sociais salientar.

Eis a foto da polémica:

Imagem retirada de uma publicação no facebook do Rui Unas

Eu sou da opinião que as mulheres devem sentir-se bem com os seus corpos sejam eles gordos, magros ou atléticos. Não há nada no mundo mais sexy que uma mulher confiante que caminha de cabeça erguida tenha ela o corpo que tiver! Na minha modesta opinião a Jessica tem um corpo invejável e saudável como a maioria do comum das mulheres e como a própria escreveu no seu blog tem um corpo que a faz sentir-se bem e do qual gosta, e isso é o mais importante.

É de lamentar que mais uma vez as mulheres voltem a atacar outras mulheres! Queixámo-nos tanto que somos atacadas quanto ao nosso físico pela sociedade em geral mas a mentalidade que não muda é a da própria mulher que adora criticar as outras para se sentir superior, deve ser qualquer tipo de mecanismo de defesa face às suas inseguranças. Não li nenhum comentário masculino a propósito deste caso que não fosse de elogio, isso diz muito acerca da mentalidade feminina.

Eu própria, durante a minha adolescência, me senti insegura e batalhei para aceitar o meu corpo face às imagens perfeitas e adulteradas que via nas revistas. Adulteradas sim pois nem a própria modelo que foi fotografada é a mulher perfeita que vemos no editorial uma vez que a sua imagem passou pelo processo do Photoshop. E todo este processo visual ao qual  somos submetidas diariamente cria as tais inseguranças e trava muitas mulheres de viverem a vida, mas é tudo uma questão de aceitação pessoal. Existem tantas mulheres de corpos magros inseguras e tantas mulheres de corpos gordos super confiantes, as mulheres não se medem ao peso e sim pela sua essência!

Sou tão mais feliz agora que aceitei que o meu corpo não é perfeito mas que é o meu e é belo do jeito que é com todas as suas imperfeições! Não é ser convencida nem narcisista mas uma vez que começamos a aceitar e a gostar da nossa imagem e de nós próprias a vida corre melhor e somos mais amadas, não podemos viver e amar plenamente a vida e os outros se não nos amarmos primeiramente a nós próprias que somos a chave fundamental da nossa vida.

Como costumo dizer ninguém inveja o feio ou critica o insucesso, por isso sejam quem e o que quiserem e não pensem na opinião dos outros porque haverá sempre quem goste de nós pelo que somos e quem nos deteste pelo mesmo motivo.

Beijinho,
A Mulher Moderna.

Artigos Relacionados

2 comentários

Deixa um comentário